1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

ukash

pimaş tıkanıklığı açma seo uzmanı iş güvenliği uzmalığı su kaçağı bulma

sexopardal.com Erotik Erotik Film sexopollo.com

Universidade de Freiberg e UEM vão Cooperar na formação de quadros em Gestão de Recursos Minerais

freibergA Universidade Técnica de Bergakademie de Freiberg, Alemanha e UEM, de Moçambique, pretendem cooperar na formação de quadros com enfoque para especialistas em gestão de recursos minerais. O interesse foi manifestado num encontro havido, na última sexta-feira, 17 de Janeiro, em Maputo, pelos representantes ao mais alto nível das duas instituições.
As duas partes querem garantir, por outro lado, a mobilidade de docentes e estudantes, tendo em vista a partilha de experiências que se pretende estabelecer, e considerando o facto da Alemanha ser grande detentora de tecnologias de reconhecido mérito internacional na área de recursos minerais e que podem ser aplicadas no nosso país.
"A Universidade de Freiberg tem a vantagem de conhecer a realidade moçambicana, por ter formado muitos moçambicanos na década de 80. E esses moçambicanos, hoje, são geólogos a trabalhar na UEM e noutros projectos no país", afirmou o Dr. Carlos Lucas, Director do Gabinete de Cooperação da UEM.
Mas a fonte adverte que a UEM quer ser parte integrante do processo de transferência de tecnologias para Moçambique. Por isso, vão ser formados grupos de trabalho constituídos pelos dois países.
No encontro de Maputo, as partes não avançaram com datas, mas adiantaram alguns passos a serem seguidos. Numa primeira fase, a UEM deve enviar três estudantes para seguirem doutoramento na área de Recursos Minerais na Universidade de Freiberg. A UEM deve, ainda, identificar docentes e estudantes interessados em seguir formação nesta área e que reúnam requisitos.
Mais outras possibilidades poderão ser exploradas para reforçar a cooperação entre a UEM e Freiberg, por isso, a UEM foi convidada a tomar parte de numa reunião internacional a decorrer este ano na Áustria, envolvendo peritos na área de recursos minerais e não só.
Segundo o Dr. Lucas, está a ser criado um consórcio constituído por outras duas instituições de ensino superior da Áustria e Suécia que poderão estabelecer áreas de apoio à UEM na definição de currículos e na identificação de áreas de investigação em recursos minerais, concretamente na área do carvão, para a produção de energia e outras aplicações.
Por outro lado, a Faculdade de Engenharia da UEM está a equacionar a abertura de um curso de licenciatura e mestrado em Engenharia de Minas, pelo que esta parceria vai possibilitar a chegada à Maputo de docentes vindos da Alemanhã para reforçar o quadro do pessoal local.
A UEM pretende ver reforçadas ainda as suas capacidades em termos do pessoal docente nos cursos de Gestão de Recursos Minerais e Engenharia de Petróleo, actualmente ministrados pelas Faculdades de Ciências e Engenharia, respectivamente.
"Esta é uma área nova em Moçambique. Até a bem pouco tempo nenhuma Universidade leccionava o curso de recursos minerais, pelo que, a UEM entra no mercado garantindo a formação de quadros superiores ao mais alto nível e, por isso, a nossa prioridade é abrir cursos de mestrado", afirmou o Dr. Lucas, para depois acrescentar que os formados em mestrado poderão reforçar o quadro docente na UEM ou seguir para indústria extractiva.

A cooperação entre a UEM e a Universidade de Freiberg começou a ser desenhada num encontro havido em Outubro de 2012. Estão previstos outros encontros de vulto em Moçambique e na Alemanhã.

A delegação Alemã que se encontra no nosso país assinou, no último sábado, em Maputo, um memorando de cooperação com a Ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias, para a área de formação de quadros moçambicanos, em recursos minerais.

adana escort