1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM e Suécia aliam-se para catapultar a igualdade de género na internet

wikimedia
Para o efeito, a Universidade Eduardo Mondlane em parceria com a Embaixada da Suécia em Moçambique, levaram a cabo hoje (13 de Abril), em Maputo, uma capacitação designada WikiGap 2018, a 30 mulheres de diferentes áreas de actuação, com a finalidade de encorajar a todos para aumentar a produção de perfis e artigos sobre mulheres na Wikipédia, a maior enciclopédia online do mundo, e por via disso tornar visível o trabalho da mulher na ciência e na tecnologia.
O evento que decorreu sob o lema “Mulheres moçambicanas na ciência”, é uma resposta ao desequilíbrio entre homens e mulheres em termos de conteúdos de artigos e perfis que são disseminados na Wikipédia, ou seja, mais de 80% dos perfis publicados são sobre homens, e 90% do conteúdo da enciclopédia é também escrito por autores masculinos.
Durante o Workshop as participantes tiveram a oportunidade de se debruçar sobre vários assuntos, dentre os quais, o processo de elaboração de artigos para a Wikipédia, a oportunidade de trocar experiências sobre a participação de cada uma nas tecnologias de informação e comunicação, entre outros.
Discursando na cerimónia inaugural, a Vice-Reitora Académica da UEM, Profa. Doutora Amália Uamusse, explicou que a instituição que representa abraçou a iniciativa por se enquadrar numa das prioridades da UEM, que consiste na integração transversal da temática de género no cumprimento da sua missão, garantindo a produção de conhecimento que contribua para a participação de homens e mulheres como actores em todos os processos.
Uamusse manifestou o seu desejo de ver a iniciativa a impulsionar a igualdade de género na internet através do encorajamento da mulher para aumentar a produção de perfis e artigos na Wikipédia sobre mulheres, em diferentes campos de saber, intervenção que continua a constituir “utopia”, pela forte interferência de aspectos culturais nesta área, facto que, aliado as particularidades da própria áreas das tecnologias, tradicionalmente masculinizada, dificulta a inserção da mulher.
Na sua intervenção, a embaixadora da Suécia em Moçambique, Marie Andersson, explicou que a ideia consiste em unir esforços para incrementar a visibilidade das mulheres de diferentes sectores, como científico, empresarial, profissional, entre outros, tendo como mote a massificação da presença da mulher moçambicana na rede, desiderato que vai ao encontro dos objectivos do governo sueco.
“O governo da Suécia é um governo feminista, pois todas as actividades que desenvolvemos beneficiam tanto mulheres, como homens”, esclareceu a diplomata, acrescentando que a pretensão é mudar o actual cenário, através de sensibilização de mulheres.
A campanha WikiGap foi primeiro lancada no Dia Internacional da Mulher, 8 de Marco de 2018, pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Suécia e a Fundação Wikimedia, da África do Sul. Nesse dia, mais de 40 Missões Suecas em várias partes do mundo reuniram-se com grupos de mulheres a nível local para elaborar artigos sobre mulheres com vista a aumentar a representação feminina na Wikipédia.

workingz ? Bağlantı Yok