1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Faculdades e Escolas

Mestrado em Recursos Hídricos - Geohidrologia

Faculdade de Ciências
 
Mestrado em Recursos Hídricos - Geohidrologia
 
1. Apresentação do Curso
 
Introdução
 
‘’O futuro desejado em relação à água é aquele onde a água esteja disponível em quantidade e qualidade adequadas para as gerações actuais e futuras, servindo para o desenvolvimento sustentável, redução da pobreza e promoção do bem-estar e paz e onde se minimizam os efeitos negativos das cheias e secas’’
Este trecho foi extraído da Política Nacional de Águas (2007) e constitui a pedra basilar de todas as intervenções tanto a nível académico, sócio-económico e ambiental na área dos Recursos Hídricos em Moçambique.
Desde os tempos primordiais a água parecia abundante em relação às demandas da Humanidade. Entretanto, os desperdícios e a degradação da qualidade hoje atingem níveis insuportáveis, nas zonas urbanas e rurais. A partir da 2a conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento–Rio-92, verifica-se que o uso cada vez mais eficiente da gota de água disponível tem maior importância do que ostentar a sua abundância ou escassez. Nesta importante conferência mundial foi também formulado e consolidado o princípio do Desenvolvimento Sustentável. Esse princípio reconhece a necessidade de harmonização entre desenvolvimento económico-social e conservação ambiental. No mundo todo, as sociedades passaram a rever as suas políticas de desenvolvimento, de conservação ambiental e de ocupação do território. Novas tecnologias foram desenvolvidas, voltadas, por um lado, para reduzir os passivos ambientais e, por outro, para implantar projetos de menor consumo de recursos naturais e com menor geração de impactos ambientais.
Quanto mais estudamos os principais problemas da nossa época, melhor compreendemos que eles não podem ser entendidos de uma forma isolada. Por exemplo, a escassez de água e a degradação da sua qualidade nos rios e nos aquíferos são resultados de uma urbanização desordenada, da industrialização e do desenvolvimento agrícola também desordenado e em rápida expansão. Em última análise, esses problemas precisam de ser vistos como diferentes facetas de uma única crise.
Esta abordagem é cada vez mais clara do ponto de vista sistémico, consolidado pelas Nações Unidas em 1987 por meio do relatório ‘’Nosso Futuro Comum’’, e tornou-se consenso no mundo, ou seja, o único desenvolvimento possível é o sustentável. Este é um dos grandes desafios do nosso tempo: criar comunidades sustentáveis em ambientes sociais e culturais, para satisfazer as nossas necessidades e aspirações sem diminuir as oportunidades de as gerações futuras também realizarem as suas.
De acordo com a visão sistémica, as características essenciais da água que pode ser superficial ou subterrânea da qual faremos a maior abordagem, surgem das interacções e das relações entre as partes componentes do sistema hídrico global, tais como a litosfera, a hidrosfera, a biosfera e a atmosfera. As propriedades das partes podem ser entendidas apenas a partir da organização do todo. Importa também considerar que a quantidade da água da Terra é renovada pelo menos a uma escala anual.
O balanço hídrico global indica que com a contínua e natural circulação da água pelas esferas terrestres, isto é, a Atmosfera, a Biosfera, a Litosfera e a Hidrosfera, do volume global da água na Terra, apenas 2.5% ocorre em forma de água potável e desta somente 30.8% constitui água subterrânea.
No caso específico de Moçambique, apesar da importância da água subterrânea como fonte de água potável ser amplamente reconhecida, o nível de conhecimento dos factores geológicos, físicos e químicos que controlam a sua ocorrência e distribuição no espaço e no tempo ainda é baixo o que justifica a necessidade de se fazer mais trabalhos científicos e incrementar o número e nível de programas de ensino e investigação científica nesta área.
 
2.Objectivos do curso
 
Este curso de Mestrado em Geohidrologia nasce após longos anos de experiência de lecionamento da disciplina dos Recursos Hídricos ao curso de Licenciatura de Geologia, que compreende aspectos teóricos e práticos de Hidrogeologia, Métodos de Pesquisa Hidrogeológica e outras disciplinas afins. Importa referir que, nos moldes em que a disciplina de Recursos Hídricos é lecionada no curriculum actual, ou seja, em 2 (dois) módulos oferecidos em dois blocos com uma duração de 8 semanas cada, este tempo de exposição do futuro graduado é demasiado curto para atender à complexidade dos assuntos tratados na área.
Havia, portanto, a necessidade de se introduzir um curso específico na área de Geohidrologia a nível de Mestrado, capaz de explorar e aprofundar aspectos relacionados com a complexidade geohidrológica das águas subterrâneas no contexto dos programas de abastecimento de água para suprir as necessidades sócio-económicas e a conservação de ecossistemas, assim como divulgar os trabalhos relacionados com actividades pertinentes, não só para o grande público, leigo ou pouco conhecedor, como também para os usuários e os técnicos que lidam com o sector de água em Moçambique.
Um outro aspecto a realçar é que, na maioria dos casos quer nacionais quer regionais, a água subterrânea não tem sido tratada com o mesmo nível de profundidade e relevância como tem sido o caso das águas superficais. Por detrás desta situação podem ser apontadas várias razões, mas a mais imoprtante é o facto de os cursos superficiais serem visíveis e os seus limites serem bem definidos enquanto que a ocorrência e distribuição das águas subterrânea é invisível e complexa e portanto, de difícil caracterização e gestão.
Espera-se que o curso de Mestrado em Geohidrologia possa dotar o estudante de ferramentas essenciais para a exploração sustentável e gestão integrada dos recursos hídricos, com especial ênfase para as águas subterrâneas.
 
3.Competências específicas
 
Na Categoria do ‘’deve ser’’
O Mestre em Geohidrologia deve ser:
- Ético e íntegro no exercício das suas funções e atribuições;
- Comunicativo, dinâmico e social;
- Dotado de iniciativa criadora e inovadora;
- Dotado de capacidade para trabalhar individualmente e/ou em equipe.
 
Na Categoria do ‘’deve saber’’
O Mestre em Geohidrologia deve saber:
- Identifcar os factores que controlam a ocorrência e distribuição espacial e temporal dos Recursos Hídricos;
- Identifcar as fontes de contaminação e poluição das águas subterrâneas;
- Identifcar as técnicas e procedimentos de protecção das águas subterrâneas e mitigação dos impactos da sua contaminação e poluição;
- Identificar os procedimentos de avaliação do impacto ambiental associado aos Recursos Hídricos;
- Identifcar as técnicas de mapeamento, monitoramento e modelação dos Recursos Hídricos - sua quantidade e qualidade no espaço e no tempo; por exemplo Sistemas de Informação Geográfica (SIG), FEFLOW, MUDFLOW;
- Identificar a legislação dos Recursos Hídricos vigente em Moçambique e na Região.
 
Na Categoria do ‘’deve saber fazer’’
O Mestre em Geohidrologia deve saber fazer:
- Estudos hidrogeológicos aplicando técnicas e métodos apropriados;
- Programas de abastecimento de água, assim como a sua implementação;
- Programas de gestão integrada de Recursos Hídricos, assim como a sua implementação;
- Programas de monitoramento da qualidade dos Recursos Hídricos, assim como a sua implementação;
- Programas de protecção da qualidade dos Recursos Hídricos, assim como a sua implementação;
- Mapeamemto e monitoramento dos Recursos Hídricos no espaço e no tempo usando tecnologias apropriadas, por exemplo GIS, FEFLOW, MUDFLOW, etc;
- Avaliação do impacto ambiental associada aos Recursos Hídricos.
 
4.Perfil ocupacional do graduado
 
Os Recursos Hidricos, de uma forma geral, constituem uma área transversal, de modo que o Mestre em Geohidrologia será capaz de exercer a sua actividade em organismos governamentais e privados ligados à gestão das águas, nomeadamente abastecimento urbano e rural, gestão ambiental, exploração mineira e em projectos agro-industriais.
 
5.Público – alvo
 
Os candidatos ao curso de mestrado em Recursos Hidricos-Geohidrologia devem apresentar um nível de Licenciatura ou equivalente em Ciências da Terra, desde que apresentem um perfil relevante para a área dos Recursos Hídricos. O processo de seleção dos candidatos é liderado pela Comissão Científica da Faculdade e a homologação da seleção dos candidatos é da competência do Director da Faculdade.
Poderão ser excepcionalmente selecionados licenciados com classificação inferior á do número precedente, desde que tenham um número de trés (3) anos de actividade profissional no sector de água. Com o objectivo de avaliar o seu nível de conhecimento e habilidades nas áreas científicas de base correspondentes ao curso pretendido, os candidatos poderão ser submetidos a provas acadêmicas de seleção.
 
6.Documentos de Candidatura
 
No processo de candidatura deve-se apresentar os seguintes documentos:
- Curriculum Vitae;
- Certificado de habilitações literárias
- Proficiência na língua inglesa
 
7.Duração do curso
 
Para garantir o desenvolvimento das capacidades e habilidades que se espera do graduado, este curso de Mestrado vai ter a duração de 2 anos, onde no primeiro ano serão leccionadas disciplinas obrigatórias e opcionais, enquanto no segundo ano os estudantes vão trabalhar na preparação das suas dissertações de Mestrado.
 
8.Idioma
 
Constituem línguas de trabalho o Português e o Inglês de acordo com a natureza e a filosofia do Mestrado.
 
9.Regime de estudo
 
10.Horário
 
As aulas decorrem no período pós laboral, das 15 ás 19 horas, conforme o programa da disciplina ou módulo em causa.
 
11.Local
 
As aulas deste curso de mestrado têm lugar no recinto do Departamento de Geologia que fica localizado no Campus da Faculdade de Engenharia.   
 
12.Periodo de inscrição
 
Os processos de candidatura, devidamente instruídos, devem dar entrada em data a ser indicada no edital do curso, no seguinte endereço:
 
Secretaria do Departamento de Geologia, Faculdade de Ciências – UEM
Av. de Moçambique, Km 1.2, CP 257, Maputo (Campus da Faculdade de Engenharia).
 
13.Matrículas e Propinas
 
A taxa de ingresso anual (matrícula) é de 6.000,00MT, paga uma única vez no acto da matrícula.
 
A propina de frequência é de 10.000,00 MT por mês, paga mensalmente ou emprestações trimestrais, semestrais ou anuais durante 20 meses. 
 
14. Contacto do Coordenador
 
O curso é coordenado pela Direção dos Cursos de Mestrado do Departamento de Geologia com a seguinte composição:
Director do Programa de Mestrados: Dr Salvador Mondlane, Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  
Coordenador do Curso: Dr Elónio Muiuane, Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  
 
15. Plano de estudos
 
 
Ano I Semestre II Semestre
Módulo CR Módulo CR
I Hidrogeologia Aplicada 18 Sistemas de Informação Geográfica (SIG) Aplicada a Recursos Hídricos (Continuação)  
Sistemas de Informação Geográfica Aplicada (SIG) Aplicada a Recursos Hídricos 15 Estatística Aplicada aos Recursos Hídricos 15
    Pesquisa e Desenvolvimento de Recursos Hídricos Subterrâneos 18
Subtotal 33 Subtotal 33
 
  III Semestre CR IV Semestre CR
II Pesquisa e Desenvolvimento de Recursos Hídricos Subterrâneos (Continuação)   Dissertação 36
Gestão dos Recursos Hídricos 18
Dissertação 18
Subtotal 36 Subtotal 36
Total do Curso 120
 
 
16. Grupo de Professores
 
Item Professor Categoria Área de Formação Instituição
01 Elónio Muiuane Doutorado Geofísica UEM
02 Farisse Chirindja Doutorado Geofísica UEM
03 Luís Magaia Doutorado Geologia Aplicada UEM
04 João Unguana Mestrado Geofísica UEM
kamagra globalfollowers.com php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı