1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Faculdades e Escolas

ALOJAMENTO

Relativamente ao alojamento para estudantes, a UEM possue Residências Universitárias para acomoda-los. Em Maputo, a Direcção dos Serviços Sociais (DSS) gere 8 (oito) residências universitárias e serviços de lavandaria. Nas Escolas fora da Cidade de Maputo, nomeadamente, a ESHTI (Inhambane), ESNEC (Gaza), ESUDER (GAZA) e ESCMC (Zambézia), existem também alojamentos para acomodar estudantes.
Os serviços de alojamento são primariamente destinados à estudantes beneficiários de bolsa completa ou ainda bolsa-alojamento. Excepcionalmente, a DSS coloca à disposição determinado número de alojamentos para o regime de arrendamento de cama, devendo os interessados apresentar uma proposta no início de cada ano.

Residências Universitárias:

  • Residência 1 (Self): Av. Amílcar Cabral, 1254
  • Residência 2, Av. Mao Tse Tung, 1038
  • Residência 4: Av. Amílcar Cabral, 928
  • Residência 5: Av. Mao Tse Tung, 889
  • Residência 6: Campus Universitário (prolongamento da Rua da França)
  • Residência 7: Campus Universitário (prolongamento da Rua da França)
  • Residência 8: Av. Karl Marx, 939
  • Residência 9: Campus Universitário (prolongamento da Rua da França)

Alojamento e alimentação

Relativamente ao alojamento e alimentação para estudantes estrangeiros, a oferta destes serviços é feita pela Direcção dos Serviços Sociais.

Vistos e Questões Legais

A entrada e permanência em Moçambique carece, na maior parte dos casos, de visto de entrada, que deverá ser concedido pelas respectivas autoridades (Embaixada de Moçambique ou Serviços de Migração).

Pelo que, é aconselhável que consulte os serviços diplomáticos de Moçambique no País de origem, antes de iniciar o processo, a fim de inteirar-se dos procedimentos. Entretanto, para mais detalhes, consulte o Gabinete de Cooperação.

Como ingressar na UEM

O ingresso à UEM, para frequência de um curso, é feito por via do exame de admissão, que ocorre anualmente, podendo ser feito também por via de transferência inter-universitária. conforme previsto pelos respectivos protocolos.

Entretanto, para a frequência de módulos ou disciplinas, no âmbito de programas de intercâmbio académico, previamente estabelecidos, o processo de ingresso deverá iniciar junto à instituição de proveniência que deverá remeter o pedido formal à UEM, concretamente, ao Gabinete de Cooperação, observando o calendário académico.

kamagra php shell download php bypass shell  Kamagra jel php shell indir php bypass shell shell indir farmasi katalogkurumsal web tasarım1xbetsex hikayeleri evden eve nakliyat jigolo caddecilingir elektrikciii jigolo ajansi evden eve nakliyat jigolo ajansi jigolokamagra jelkamagrashort haircuts for black womenpendik escorttempobettempobettempobettempobettempobettempobettempobetkamagra