1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Festival Cultural Universitário celebra a multiplicidade cultural

festival-cultural-181

A Universidade Eduardo Mondlane, através da Associação dos Estudantes Universitários, realizou, nos dias 28 e 29 de Setembro, a VIª Edição do Festival Cultural Universitário. O evento junta estudantes da UEM e de outras instituições de Ensino Superior da cidade de Maputo, numa exposição do vasto património cultural nacional e internacional.
A iniciativa tem como objectivo contribuir para a promoção e valorização do património cultural do País, da região e do mundo; Possibilitar um Intercâmbio cultural entre as diversas províncias e países; entre outros.
Em representação de cada uma das onze províncias do país, os estudantes procuraram através da dança, gastronomia, moda, literatura, pintura e artesanato enaltecer ao mais alto nível o mosaico cultural que cada um possui.
Ao cair do pano, aquando das premiações, os membros do júri, tendo se baseado em critérios tais como performance, autenticidade e originalidade atribuíram o prémio de terceiro lugar em poesia à província de Manica, segundo lugar para Inhambane e o maior galardoado nesta categoria foi a província de Maputo.
Na gastronomia, a província da Zambézia ocupou a 1ª posição, Niassa 2ª posição e Tete em 3º. Na dança, Gaza conquistou o primeiro lugar, Sofala em 2º e Nampula conquistou o terceiro lugar. Na categoria Fair Play, uma inovação na presente edição do Festival, onde foram avaliados critérios como a pontualidade, organização do grupo e comunicação com o pessoal organizador a província que cumpriu todos os requisitos e que amealhou o prêmio, foi Cabo Delgado.
O primeiro dia do evento contou com uma palestra proferida pela Madrinha dos Estudantes, a Dra. Luísa Diogo, Antiga Primeira-Ministra e PCA do Banco Barclays, que entre outras destacou a importância da Unidade nacional e do papel dos estudantes como agentes de transformação baseada na ciência, isto é, na análise e nas evidências.
O Festival contou com atuações de grupos culturais de estudantes de outos países. No enceramento, o Presidente da Associação dos Estudantes Universitários da UEM, Gimésio Cândido, reconheceu o empenho e dedicação das associações culturais provinciais e estrangeiras que, muito brilharam no palco e fizeram do evento do presente ano, o melhor de todos os tempos.

festival-cultural-182

 php shell indir