1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Maputo acolhe Workshop sobre Protecção e Segurança de Dados

w-proteccao-dados

Maputo foi palco hoje (25/04) do workshop sobre segurança de dados no âmbito do projecto de "Integração da Protecção e Segurança de Dados no Ensino Superior em Moçambique" (Integration of Data Protection and Data Security in HE in Mozambique), com o objectivo de debater sobre o estado da arte e as acções relacionadas com a matéria no país.
O workshop decorreu no âmbito de uma parceria entre a Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) e a Universidade Técnica de Dresden (Alemanha) visando capacitar o país para fazer face aos desafios impostos pela actual era de informação, sistemas e TICs cujas demandas e actividades são exercidas com muito poucos profissionais.
Na abertura, a Vice-reitora Académica, Profª Doutora Amália Uamusse, frisou que o uso indevido da informação ou destruição de dados de valor elevado podem pôr em causa a confiança dos cidadãos e até a soberania dos Estados. Assim, a segurança de dados tornou-se um factor essencial devido a ameaças que hoje se colocam também às liberdades individuais e à privacidade.
De acordo com a Vice-Reitora, devido aos riscos e a vulnerabilidade que as TICs apresentam, nações do mundo inteiro tem vindo a adoptar medidas que possam garantir a segurança dos seus sistemas de informação e redes.
A par de organizações como a ONU, a União Internacional de Telecomunicações (UIT) que abordam sobre a necessidade de os países adoptarem medidas que garantam a segurança das suas infraestruturas de informação, de redes e do ciberespaço, segundo Uamusse, Moçambique tem dado passos significativos na mesma direcção com a aprovação, em 2016, pela Assembleia da República, da Lei das Transações Eletrónicas, entre outras medidas.
Espera-se que a acção de cooperação entre Alemanha e Moçambique assente-se na consolidação de um domínio com potencial para contribuir no avanço e ampliação do conhecimento nos campos da educação, ecologia e da cultura e que incorporem as especificidades de países em desenvolvimento como Moçambique.
O Coordenador do projecto ProSem na UEM, Prof. Doutor José Leopoldo Nhampossa, explicou que o projecto pretende desenvolver e implementar uma nova especialização no domínio da protecção e segurança de dados, no âmbito do actual curso de mestrado em informática, na UEM.
Do lado Alemão, a Prof. Doutora Elke Franz, coordenadora do ProSem na Universidade de Dresden, referiu que além de desenvolver a especialização no campo da protecção e segurança de dados, vai possibilitar a troca de experiências de estudantes que integram o projecto.
Diferentes temas foram apresentados no decurso do workshop sobre Protecção e Segurança de Dados por estudantes e profissionais que actuam nesse ramo da informática. A Doutoranda Martina de Barros disse que Moçambique ainda tem muito que fazer para melhorar o campo da protecção e segurança de dados. Outrossim, Ambrósio Vumo, defendeu a necessidade de criação, no país, de uma entidade fiscalizadora que obrigue as instituições a seguirem os padrões de segurança porquanto quase todos os sites do governo e instituições de ensino superior, por si estudados, não obedecem aos padrões de segurança de dados, recomendados internacionalmente.

kamagra php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı