1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Centro Cultural Universitário recebe material luminotécnico

ccu-iluminacao

A Empresa Trassus procedeu hoje (09/05) a oferta de diverso material luminotécnico ao Centro Cultural Universitário da UEM. Trata-se de uma mesa de luz com 24/48 canais, 4 Dimmer e 12 PC (projectores de luz), este último com 1000 watts/ 250 volts/750H com duração de 5 mil horas.
Deste modo, a produção interna de espectáculos da Escola de Comunicação e Artes (ECA) passa a contar com meios próprios de iluminação que também contribuirá para a melhoria das condições de ensino e aprendizagem dos estudantes dos cursos de Artes, que passam a dispor de possibilidades de manusear e de aprender a trabalhar com o equipamento.
Na cerimónia de entrega do material, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, frisou que os exercícios na ECA eram concebidos sem recurso à iluminação teatral específica o que condicionava a experimentação técnica e artística.
Afirmou que a instalação deste equipamento autonomiza o Centro Cultural Universitário na componente de luz e tal significa uma mais-valia que é colocada ao serviço da comunidade. Outrossim, o Centro Cultural Universitário passará a contar com alguma capacidade de racionalização de fundos, tendo em consideração que o aluguer deste tipo de material é incomportável, face aos preços praticados no mercado moçambicano.
ccu-iluminacao-2Por seu turno, António Mendes, Director Geral da Trassus, referiu que a oferta simboliza um pequeno paço para que através da UEM se possa fazer mais pela cultura do país.
Disse que o apoio e a parceria com a UEM estão integrados na visão da Trassus sobre o que deverão ser as ferramentas de acesso a fluição cultural que as instituições preocupadas com a formação dos cidadãos devem promover porque, segundo ele, não basta as sociedades, o Estado ou os responsáveis educativos lamentarem sobre a falta de apoio a cultura e a educação, protestarem contra a perda da identidade cultural, são necessárias acções que oferecem alternativas ao problema que de facto existe e é grave. "Queremos ser uma parte de um novo centro cultural mais dinâmico, profissional, mais eclético", disse.
Entretanto, o Dr. Victor Gonçalves, Coordenador dos espectáculos do fim de ano no CCU, defendeu a necessidade uma remodelação do actual formato do Centro Cultural e ajustá-lo aos padrões modernos. Entre outras actividades, tal passa necessariamente por conferir maior profundidade do palco e alargar a bancada dos espectadores que actualmente comportam 900 lugares.

Türkçe porno martin luther king jr kimdir