1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM atribui título de Professor Honoris Causa a Eduardo Mondlane

HC-EMondlane-01

A UEM atribuiu na tarde de ontem (20/06) o título de Professor Honoris Causa em Ciências Sociais à Eduardo Chivambo Mondlane, pela sua valiosa contribuição científica para a conquista da independência nacional, em Junho de 1975, porquanto soube utilizar a ciência para melhor interpretar e analisar o inimigo e, por essa via, encontrar as melhores formas de o combater.

Num evento bastante concorrido, a cerimónia de outorga foi dirigido pela Sua Excia Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República, e testemunhada pelos demais membros do governo ao mais alto nível, Reitores de universidades públicas e privadas, estudantes, corpo diplomático acreditado no país e representantes da família Mondlane.
Na ocasião, Filipe Nyusi, disse que Mondlane destacou-se pelo seu saber, esforço individual, valentia e por possuir valores inquestionáveis, razão pela qual, até aos dias de hoje, o tempo não conseguiu apagar os seus feitos e sua contribuição para o país e para a humanidade. Sublinhou que a sua personalidade e valores por si defendidos foram moldados por sua educação tradicional africana, sua formação religiosa e académica e seu trabalho nas universidades e nas Nações Unidas.
O Chefe do Estado moçambicano frisou que os desafios que Eduardo Mondlane enfrentou na vida, em particular, as restrições impostas pelos regimes coloniais e racistas e, em todos os países onde viveu, contribuíram para que ele se tornasse num activista pela justiça social e combatente pela liberdade para o seu povo.
HC-EMondlane-00Referiu que com Mondlane aprendeu-se a valorizar a força da unidade como a arma mais poderosa que permitiu derrotar o colonialismo, superar a diversidade étnica, linguística, racial e regional, que longe de constituir motivo de segregação constitui uma fonte de união e de força.
Disse que Mondlane não morreu em vão, pois, uma das suas conquistas é a própria UEM que continua a formar milhares de moçambicanos a escala nacional. Acrescentou que a instituição não tinha outra escolha senão seguir o trilho rumo a excelência académica, homenageando dessa forma o legado do seu patrono, reforçando o papel de agente impulsionador de desenvolvimento do capital humano.
Lembrou que os ensinamentos de Mondlane continuam a nortear o povo moçambicano e a inspirar diferentes gerações no alcance das conquistas rumo ao bem-estar de todos.
Por seu turno, o Reitor da UEM, Prof. Doutor Orlando Quilambo, afirmou que a UEM, ao realizar a cerimónia de outorga, assume a necessidade de reconhecimento do trabalho científico realizado por Eduardo Chivambo Mondlane revisitando, deste modo, o legado de um homem cujos ideais e feitos continuarão a inspirar Moçambique.
Quilambo anunciou, no âmbito das comemorações do ano Eduardo Mondlane, a criação de uma cátedra na qual cientistas de diferentes áreas do conhecimento poderão concentrar-se para produzir e disseminar conhecimento sobre a vida e obra de Mondlane.
Em elogio académico, a Prof. Doutora Teresa Cruz e Silva, madrinha de Eduardo Mondlane, contou o percurso de vida religiosa e académica trilhado por Mondlane, afirmando que Mondlane ensinou que a ligação permanente com a realidade em que o cientista social se insere, é fundamental para uma produção científica que contribua para resolver os problemas do país.
Perante os representantes da família Mondlane, Teresa Cruz e Silva disse "é isso que a universidade vos pede, que o seu nome seja associado aos professores desta instituição para que as novas gerações possam manter vivo e constantemente renovado o legado que ele deixou", concluiu.
Em representação da família, Eduardo Mondlane Júnior, agradeceu a UEM, referindo que a atribuição do título confere honra e alegria à família por representar o estágio da realização de um sonho. Fez saber que o seu pai tinha um sonho de ser professor universitário em solo pátrio mas tal, infelizmente, nunca se concretizou.
As insígnias, que incluem a veste doutoral, foram entregues pela mão do Reitor da UEM, à família de Eduardo Chivambo Mondlane.
Segundo a Lei do Ensino Superior e dos Estatutos da UEM, são outorgados os títulos de Professores Honoris Causa e Doutores Honoris Causa a cientistas e personalidades com distinção fundamentado em acções relevantes desenvolvidas por personalidades beneficiárias nos domínios de ensino superior, investigação científica, nas ciências sociais e humanas, exactas, nas letras, nas artes e na cultura ou que tenham prestado serviços relevantes para a sociedade, nação ou humanidade.

honoris-causa-03

kamagra globalfollowers.com php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı