1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM acolhe III Seminário de Apresentação dos Resultados dos Projectos do FIAM

fiam-2019

Decorreu hoje (11/12), no campus principal da UEM, o III Seminário de Apresentação dos Resultados dos Projectos do Fundo para a Investigação Aplicada e Multisectorial (FIAM) que tem lugar no âmbito do Programa de Cooperação entre a Itália e Moçambique, visando o apoio à Universidade Eduardo Mondlane para a reforma académica, inovação e investigação científica.
O seminário tinha em vista fazer a monitoria do progresso das actividades e complementar os relatórios semestrais e anuais permitindo, desta forma, avaliar o progresso das actividades dos projectos em curso.
Na abertura, a Vice-reitora Académica da UEM, Profª Doutora Amália Uamusse, afirmou que a redefinição do lugar da UEM e o seu papel no contexto nacional, regional e internacional depende, em grande medida, dos resultados das actividades de natureza científica sem prejuízo das demais a elas associadas, pois, a investigação é o fundamento para a publicação científica, transferência de tecnologia e extensão universitária.
"É neste contexto de busca da efectivação do Plano Estratégico da UEM 2018-2028, que a Universidade, com o apoio de parceiros nacionais e estrangeiros, tem realizado esforços não obstante as limitações financeiras e de recursos humanos que enfrentamos para que a investigação continue a ser o alicerce de todos os processos na nossa instituição", disse.
Na ocasião, o representante da Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento (AICS) Dr. Teziani Cirilo, explicou que o FIAM foi instituído após se ter constatado a falta de fundos competitivos para financiar projectos de pesquisa identificados por investigadores nacionais selecionados na base da relevância científica.
Todavia, após a disponibilidade de fundos verificou-se que nem todos os investigadores estavam familiarizados com os procedimentos de gestão actualmente em uso ao nível internacional para utilização desse tipo de fundos e que foi com a gestão do FIAM e das dificuldades do percurso que foram encontradas indicações sobre o que era preciso fazer ou evitar para viabilizar a promoção da investigação científica de qualidade, na UEM.
"Aprendemos que o planeamento, a gestão das actividades, bem como a elaboração de relatórios as vezes é uma tarefa difícil para muitos, incluindo as regras de aquisição de equipamentos para pesquisa", frisou.
Lembrou que os fundos pretendiam promover projectos de investigação que fossem ao mesmo tempo alinhados com os programas internacionais e as prioridades de desenvolvimento do país. No seu entender, a colaboração científica com as universidades italianas que foi concebido como instrumento para reforçar a inserção da UEM nas redes académicas de investigação internacionais, em muitos casos, deu os frutos esperados porquanto houve aumento das parcerias científicas com universidades italianas e outras europeias.
Participam no seminário docentes, investigadores e estudantes envolvidos nos projectos do FIAM, representantes da Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento, entre outros.

deutsche porn watch izmir rus escort kamagra php bypass shell Hacklink #nobmec#şehirler arası nakliyatpenis büyütücükamagra jelinstagram takipçi satın alhttps://www.newsofcd.com/evden eve nakliyathttps://www.promosyonbank.com/kurtköy escort