1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM, AIMO e a Ordem dos Engenheiros assinam acordo para a promoção de projectos de inovação

memo-ordem-engenheiros-00

A UEM, a Ordem do Engenheiros de Moçambique e a Associação Industrial de Moçambique rubricaram hoje (18/11) um acordo tripartido para a promoção e desenvolvimento de competências no sector industrial. Com a parceria, as três instituições comprometem-se a promover iniciativas de formação de estudantes e no desenvolvimento de projectos de inovação científico-tecnológicas que serão colocados à disposição do governo para o desenvolvimento do país.
Na ocasião, a Directora da Faculdade de Engenharia, Profª. Doutora Irene de Carvalho, sublinhou que com o acordo abrem-se possibilidades para formação complementar dos quadros técnicos das indústrias e por essa via assegurar a integração das inovações metodológicas e processuais desenvolvidas na Faculdade de Engenharia da UEM no sistema produtivo das indústrias. "Espera-se que possamos contribuir desta forma para ajudar o governo no desenvolvimento do capital humano, na capacitação do empresariado e na expansão e desenvolvimento de infraestruturas", frisou.
O Presidente da Associação Industrial de Moçambique, Dr. Rogério Samo Gudo, destacou que a ligação entre os produtores do conhecimento, os fazedores da engenharia através da produção de bens e serviços, e os reguladores vai potenciar as acções e as reflexões em curso visando a industrialização do país e o desenvolvimento económico. "Com assinatura deste memorando foi encaixada uma das peças que faltavam para a interacção entre os principais intervenientes no processo e para a reativação do modelo de desenvolvimento do país", disse.
O Bastonário da Ordem do Engenheiros de Moçambique, Engº Ibraimo Ramane, fez saber que a ordem tem cerca de 4 mil membros, mas com o novo regulamento de admissão tem vindo a registar cada vez mais pedidos de estudantes que precisam de estagiar na indústria e como tal, o memorando vai facilitar a concessão de estágios.
Ibraimo Ramane anunciou que a Ordem já dispõe de um sistema eletromecânico automatizado, mas que ainda não foi entregue à Faculdade de Engenharia devido ao actual contexto da Covid-19 e também da necessidade de formação de alguns docentes para manusearem o equipamento. Garantiu que com o equipamento os estudantes terão a oportunidade de enriquecer a sua formação envolvendo conhecimentos mecânicos, electromecânicos, elétricos e de PLC.
O evento contou com diversas individualidades entre académicos e técnicos do sector industrial público e privado.

deutsche porn watch izmir rus escort kamagra php bypass shell Maltepe Escortevden eve nakliyatLive Sex Camsgaziantep rus escortantep escortgaziantep escortpornoporno izleantalya çitHack habertubidy mp3 #yaslikurt# instagram hackleme sitesi Hack forum