1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Filosofia debate existencialismo filosófico à meio da COVID-19


blaundeNo âmbito da celebração do Dia Mundial da Filosofia, assinalado esta quinta-feira (18.11.21), a Faculdade de Filosofia da UEM promoveu um debate sobre o existencialismo filosófico no contexto da COVID-19.
O Director da Faculdade de Filosofia, Prof. Doutor José Blaunde, explicou que a efeméride visa valorizar o pensamento humano, no contexto cognitivo de cada cultura, entendido numa perspectiva crίtico-analítica ao longo da evolução histórica da humanidade, respeitando a interculturalidade, o pensamento livre, diferente e dialogante, os valores da cidadania e do Estado de Direito Democrático.
Justificou que este ano aquela unidade orgânica decidiu reflectir em torno de vários temas e problemas de orientação existencialista, por se entender que melhor se adequam ao contexto e aos efeitos da pandemia da Covid-19. "Como é que o existencialismo enquanto filosofia da condição humana pode contribuir para a reconstrução axiológica no contexto da cultura académica", questionou, ressaltando que o debate pode ajudar a reflectir sobre o valor do humanismo em tempo da COVID-19, especificamente na comunidade académica.
MussomarNa comunicação principal subordinada ao tema "o Existencialismo Filosófico à meio da Covid-19: uma leitura da cultura académica", o Prof. Doutor Celestino Victor Mussomar, da Universidade de Estudos de Roma Tor Vergata, Itália, defendeu que um homem é remédio de outro homem partindo de conceitos de existencialismo como a angústia, sofrimento e morte, apresentando um contraste entre o humanismo ateu e o existencialismo cristão, os quais apresentam uma visão de humanismo mais humano onde o ser é para vida e não para a morte.
O orador considera que o continente africano, no geral, e Moçambique, em particular, tem uma ecologia humana para combater a COVID-19 mediante a solidariedade em contraste com o individualismo da época moderna, porque, a seu ver, ninguém pode se salvar sozinho. Concluindo, Mussomar defendeu a necessidade de retorno à relação Deus, natureza e homem, ou seja, a relação com o transcendente.
O Dia Mundial da Filosofia foi instituído pela UNESCO em 2005 e fixou a terceira quinta-feira de Novembro de cada ano como data comemorativa, em homenagem à Sócrates, filósofo grego da antiguidade.

estudantes-dia-filo

 

 

deutsche porn watch izmir rus escort kamagra php bypass shell okey oynagabilesohbetbahiscomyabancı dizi izledikmen evden eve nakliyattukifsekisen iyi forex şirketlerien iyi forex şirketleri #yaslikurt#betsmovebabes of london Hack haber instagram hackleme sitesi Hack forum