1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Reitor recebe bicampeãs africanas de Voleibol da Zona VI

 

Reitor-Acadeemica

O Reitor da UEM, Prof. Doutor Manuel Guilherme Júnior, recebeu esta quarta-feira, na Reitoria, a equipa feminina da Académica de Maputo que se sagrou recentemente bicampeã africana de voleibol da Zona VI.
No encontro estiveram também atletas masculinos de Académica e seu respectivo Presidente, Eng°. Altenor Pereira, bem como o Presidente da Federação Moçambicana de Voleibol, Mohamed Valá.
Intervindo na ocasião, o Reitor felicitou a equipa das estudantes pela conquista, assegurando que o resultado é fruto da boa organização, dedicação e empenho de todos envolvidos no processo de preparação, desde a equipa técnica até à direcção desportiva da universidade.
“Acreditamos nas vossas capacidades e qualidades e, como jovens, essa conquista pode ajudar a construir, primeiro, o vosso crescimento como seres humanos e, segundo, como desportistas. Estar em convívios desta natureza tem dupla vantagem, nomeadamente, competir e reviver cenários de fora”, afirmou.
Reiterou que a Universidade irá continuar a apoiar a equipa de Académica de modo que continue a participar de campeonatos nacionais e estrangeiros, destacando que a preparação para o próximo ano deverá ser feita com antecedência.
Por sua vez, a capitã da turma feminina, Assiat Ibraimo, agradeceu a universidade pelo apoio que concedeu ao clube para que a viagem à Lusaka, capital da Zâmbia, ocorresse, reconhecendo que a sua equipa esteve em melhores condições logísticas em relação a clubes de outros países que também participaram do campeonato.
A mesma opinião foi reforçada pelo presidente da Federação Moçambicana de Voleibol, Mohamed Valá, reconhecendo que o apoio da Universidade Eduardo Mondlane foi crucial para esta conquista bem como a representatividade de Moçambique.
Refira-se que, a equipa sénior feminina de Académica sagrou-se bicampeã africana da Zona VI de voleibol de Sala após uma vitória difícil, mas justa, ao vencer o Police VI do Botswana por 3-2, com parciais de 25/22, 25/22, 14/25 e 15/10.
Por sua vez, o conjunto masculino ocupou o segundo lugar. Perdeu na final diante do Green Bufallos da Zâmbia por 2-3, parciais de 27/25; 25/18; 18/25; 24/26; 13/15.