1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

UEM e SASOL assinam memorando para treinamento de mão-de-obra no Processamento de Hidrocarbonetos

acordoA Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a SASOL Moçambique assinaram hoje, 25 de Fevereiro, em Maputo,  um memorando de entendimento à luz do qual as duas instituições passam a cooperar na formação de mão-de-obra moçambicana na área de processamento de gás e no incremento da capacidade infra-estrtural da UEM. O memorando é válido por um ano renovável e nele estão delineados parâmetros gerais sobre os quais as partes irão trabalhar.
Na verdade, segundo o Director da SASOL Moçambique, Mateus Zimba, a sua companhia pretende intervir no treinamento de mão-de-obra moçambicana para o processamento de gás natural para torna-lo em produtos tangíveis de uso comum. Mas também é do reconhecimento da SASOL que a questão de infra-estruturas representa uma enorme dor de cabeça para as universidades moçambicanas, por isso, a pretensão da SASOL em intervir na criação da capacidade infra-estrural da UEM, com destaque para laboratórios.
"Nós queremos trabalhar numa grande experiência que temos dos últimos 50 anos, que é utilizar o gás e transforma-lo em produtos diversos", anotou.
Zimba entende que o desafio de desenvolver o ramo de petróleo e gás, em Moçambique, não é tarefa exclusiva das universidades e nem do governo, "é preciso que as empresas trabalhem de maneira estruturada e de forma colectiva para tratarem deste assunto", disse.
Mateus Zimba justificou o memorando com a necessidade de formação de pessoas capazes, que possam contribuir de forma activa no processo de gestão de recursos locais, tendo em conta uma maior procura de mão-de-obra especializada nesta área.
Sabe-se que as partes irão cooperar no treinamento de mão-de-obra para processamento do gás e no sector de infra-estruturas, mas não foram avançados os termos práticos do memorando, por isso, segundo garantiu Zimba, nesta quinta-feira, 27 de Fevereiro, as partes tem um encontro agendado com vista a discutirem os aspectos práticos da cooperação, sobretudo no que tange a gestão e atribuição de bolsas de estudos e os locais que beneficiarão das infra-estruturas.
A Ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias, disse esperar que o memorando ora assinado traga benefícios mútuos, acreditando que o mesmo vai impulsionar mais ainda a formação de quadros moçambicanos na área de petróleo e gás. A Ministra encorajou as outras empresas a desenvolverem parcerias similares com mais instituições de ensino superior.
Com este memorando, o Reitor da UEM, o Prof. Doutor Orlando Quilambo, afirmou que poderão ser criadas condições para o estabelecimento, na UEM, do mestrado em Processamento na área de hidrocarbonetos. Aliás, Quilambo disse que este mestrado já deveria estar em curso na sua instituição. Contudo, garantiu que ainda este ano poderá ser aprovado o respectivo currículo e que brevemente irá arrancar.

kamagra php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı