1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer

Lançada iniciativa "Jovens Mulheres nas Tecnologias de Informação e Comunicação"

_DSC0403.jpgFoi ontem lançado em Maputo, 05 de Maio, a iniciativa "Jovens Mulheres nas Tecnologias de Informação e Comunicação", um projecto do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e da Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

Com este projecto, cerca de 100 alunos (90 raparigas e 10 rapazes) seleccionados de escolas secundárias da cidade de Maputo, nomeadamente a de Malhazini, Eduardo Mondlane, Polana e Francisco Manyanga, serão capacitados em sistemas específicos de gestão de informação a serem ministrados por estudantes que compõem a Agência Local de Inovação (ALI) da Escola de Comunicação e Artes da UEM (ECA), com a participação de outras instituições de base tecnológica.

A Dra. Basília Machatine, coordenadora do Projecto por parte do MCT, afirmou que tem-se verificado uma representação menor das mulheres nas áreas das ciências exactas relacionadas com as tecnologias de informação. Esta acção faz parte de um projecto mais amplo, com o objectivo de promover a igualdade de género nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), através de políticas e programas que contribuam para o desenvolvimento socioeconómico das jovens mulheres, criando oportunidades e incentivando-as a escolherem a formação e carreira profissional na área das TIC.

Segundo o Professor Doutor Manuel Valente Mangue, docente da ECA e coordenador do projecto pela UEM, no mundo de hoje, as áreas com maior mobilidade e evolução estão directamente ligadas às tecnologias de informação e comunicação. Assim sendo, espera-se que até ao fim desta formação os alunos sejam capazes de conhecer os principais aplicativos de um computador, conhecer, em linhas gerais, a lógica envolvida na rede de computador, conhecer o uso das tecnologias na recuperação da informação e compreender os diferentes usos das tecnologias de informação.

No local, o Prof. Doutor José Leopoldo Nhampossa, um dos membros coordenadores, apresentou aos alunos as principais unidades que constituem a mais antiga Universidade do país, com destaque para aquelas que se encontram localizadas no campus principal. Recordou aos petizes que foi a 1 de Maio de 1976 que a Universidade de Lourenço de Marques se tornou naquilo que é hoje a Universidade Eduardo Mondlane, ao mesmo tempo que convidou-os a ingressarem nos próximos anos nesta instituição._DSC0453.jpg

Para além da formação propriamente dita, os estudantes irão se beneficiar de palestras e visitas guiadas a organismos da UEM, entre eles o Centro de Informática e instituições como a Mcel, o INTIC e o Parque de Ciências de Maluana. Ontem, os estudantes visitaram a Biblioteca Central Brazão Mazula, onde ficaram a saber sobre os moldes do seu funcionamento.

A Agência Local de Inovação é um laboratório tecnológico existente na ECA, criado com o propósito de identificar, convergir e estimular jovens talentos entre os estudantes da UEM, como forma de capitalizar as suas aptidões e de promovê-los através de núcleos tecnológicos, núcleos de empreendorismo, entre outras modalidades. Ela surge com o apoio da Universidade Carlos III de Madrid e com o financiamento da Agência Espanhola de Cooperação Internacional. Este tipo de iniciativas é fundamental porque mostra como os estudantes participam, não só nas actividades curriculares, mas do ponto de vista do desenvolvimento do País, ressaltou o Prof. Doutor Nataniel Ngomane, Director da ECA.

kamagra globalfollowers.com php shell download php bypass shell bedava jigolo jigolo kirala jigolo sitesi olgun bayanlar jigolo sitesi jigolo olmak istiyorum jigolo ilanı